Skip navigation

Rua Visconde de Parnaiba, no Brás.

Anúncios

5 Comments

  1. Tecnicamente (onde mora seu talento e sua paixão) eu não saberia comentar…mas simbolicamente (onde mora a minha) eu poderia dizer que o belo é pensar que este passarinho vai sair desta ilusoria situação de companhia ao primeiro movimento, da onde quer que ele venha…asas e sobrevivência.

  2. Ele ficou tentando atravessar o espelho por várias vezes. Achava que estava indo para um “mundo melhor”. Se assustou comigo, quando cheguei bem perto, e foi embora.

  3. Hélvio, ave é um cambacica (coereba flaveola). Infelizmente é uma cena até que comum. Várias pessoas já me falaram sobre este comportamento. Acho que um cambacica vive fazendo isso no carro do Adolfo. Uma solução seria colocar um saco plástico no espelho quando ele ficar muito tempo parado na garagem de casa. Eu fotografei um cardeal na mesma situação e em pleno pantanal.
    abraço

  4. Maranha, é verdade. Essa cena já foi feita por vários fotógrafos aqui no Estadão. Por acaso eu estava perto. Grande abraço.

  5. Estes passarinhos só queriam companhia. Por estarem perto, ajudaram na chance deles acharem de verdade. Como Eco e Narciso. Vou parar de pensar sobre o simples pq imagem é tudo que tanta gente possa trazer. Um beijo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: